fbpx
Nenhum comentário

12 dicas essenciais para tutores de primeira viagem

Vai adotar um pet pela primeira vez na vida? A gente sabe que além da animação, pode bater um friozinho na barriga por entender a responsabilidade que é cuidar de um cachorro ou gato. Assim, reunimos as dicas mais essenciais para tutores de primeira viagem que vão te ajudar a garantir uma vida feliz e saudável para o novo membro da família. 

1 – Faça a sua pesquisa antes da adoção. 

Entender a realidade do animal de estimação que você pretende adotar é extremamente importante para avaliar se você pode oferecer a ele tudo o que deseja e precisa. Assim, muito além da raça, é preciso pesquisa sobre os tipos de cuidados essenciais para cada tipo de animal, seus custos, estilo de vida, etc. Para isso, converse com outros tutores e exponha as suas maiores dúvidas sobre o seu mais novo animal de estimação, colocando tudo na balança antes de decidir seguir com a adoção. 

2 – Saiba o seu orçamento.

Tenha em mente até onde pode ir com os gastos com o seu novo pet. Assim, ter um orçamento organizado, com uma verba separada para cuidados essenciais é o melhor caminho para evitar perrengues financeiros no caso de uma emergência, por exemplo. Além disso, é fundamental fazer uma lista com todos os custos que você terá com o novo membro da família: vacinas, exames de rotina, castração, alimentação, banho e tosa, treinamento e identificação. 

3 – Adapte a sua casa para a sua chegada. 

Preparar a sua casa para a chegada do seu pet é importantíssimo para que ele chegue com tudo pronto! Além dos itens básicos como potes de ração, cama, brinquedos e caixa higiênica, é fundamental que alguns objetos também sejam reposicionados ou até retirados da casa. Isso porque o seu pet pode querer morder ou arranhar muitos deles, os danificando. Então, vale tirar do seu caminho tudo o que ele possa querer “acabar com a existência”.  

4 – Invista no adestramento. 

Treinar o seu doguinho desde pequeno vai fazer toda a diferença na vida dele… E na sua! Isso porque o cão responder bem aos comandos essenciais evita muito desgaste de correção de comportamento, além de garantir mais segurança e liberdade em seu dia-a-dia, considerando que você pode confiar no seu doguinho em qualquer ambiente que ele estiver inserido. 

5 – Invista em identificação. 

Além do microchip, é fundamental colocar outras formas de identificação no novo membro da família, como o pingente ou tag eletrônica na coleira. Nelas, você pode informar não só o nome do pet, mas também o seu endereço ou telefone para contato. 

6 – Entenda qual é a alimentação apropriada para o seu pet.

Comida de qualidade não será barata, infelizmente. Assim, é importante que você faça a sua pesquisa de preços, mas também de tipos de ração que melhor atendam as necessidades do seu pet. A idade, porte e possíveis problemas de saúde podem influenciar nos ingredientes e na quantidade de ração que o seu pet deverá receber todos os dias. Na dúvida sobre qual é a melhor para o seu cachorro, consulte o nosso guia sobre os melhores tipos de rações

7 – Se prepare para imprevistos

É a vida: imprevistos vão acontecer, seja em relação a um comportamento inusitado do novo membro da família ou questões de saúde do seu cão ou gato. Assim, para evitar grandes dores de cabeça no momento de cuidar do bem-estar deles, invista em um plano de saúde para pets que irá garantir o acompanhamento de pertinho do seu animal de estimação no caso de qualquer emergência médica. 

8 – Saiba lidar com frustrações e “maus” comportamentos. 

As nossas expectativas sobre o aprendizado do nosso pet podem causar frustrações ao longo desse processo. É natural. Porém, é importante ter em mente que o seu tempo de entendimento de atividades básicas sobre onde fazer suas necessidades, não morder ou socializar bem com outros bichinhos, por exemplo, é diferente do tempo do seu animal de estimação. Assim, seja paciente! Com um reforço positivo constante, o seu pet vai chegar lá! Não deixe de aproveitar todas as experiências que ele pode te proporcionar por estar tão ligado naquilo que “não deu certo”. 

9 – Vacine o seu pet… Todos os anos! 

Muitos tutores não sabem, mas os reforços vacinais devem ser feitos ANUALMENTE. Ou seja, além das doses da primeira aplicação, os pets devem receber o reforço um ano após receberem a vacina pela primeira vez. Assim, siga o calendário vacinal do seu cão ou gato à risca para evitar doenças e complicações sérias para a saúde do seu novo melhor amigo. 

10 – Socialize o seu pet desde cedo. 

Socializar um pet é essencial para que ele responda de maneira saudável a estímulos do dia a dia, evitando que os nossos cãezinhos ou gatinhos cresçam reativos, com medo ou agressivos a tudo de novo que surgir em sua vida. Um pet bem socializado é seguro o suficiente para lidar com as suas “questões” com diversos recursos sadios, sem precisar recorrer à agressividade a cada nova experiência que o tire da zona de conforto. 

11 – Tenha uma rotina de higiene.

Manter o novo membro de quatro patas limpinho vai fazer toda a diferença na qualidade de vida dele, evitando que bactérias e fungos se proliferem e causem doenças de pele, por exemplo. Segundo profissionais da área, a frequência de banhos recomendada para cada tipo de pet é: 

  • Cães de pelo curto: intervalo de 10 a 15 dias entre os banhos.
  • Cães de pelo longo: intervalo de 7 a 10 dias entre os banhos.
  • Gatos: uma vez a cada 30 ou 60 dias.

12 – Saiba qual é o brinquedo perfeito para o seu pet. 

Atualmente no mercado para pets, há muuuitas opções de brinquedos para cães e gatos, o que significa que ao menos uma delas será o match perfeito para a personalidade mais agitada, tranquila ou curiosa do seu amigo. Além disso, é fundamental que o tutor saiba escolher o brinquedo que é adequado ao porte e idade do pet para evitar acidentes, como engasgos com bolinhas ou feridas por manipulação inadequada dele. 

Vale uma dica extra? RELAXE! Esses cuidados não precisam ser motivo de estresse. Nem para você, nem para o seu pet. Para te ajudar nessa missão de acolher e cuidar da melhor companhia de quatro patas, você pode contar com a Doutor Pet. Você ama, a gente cuida!

banner cta
você pode gostar também
Tags: , , , ,

Mais postagens semelhantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu