fbpx

Cachorro lambendo a pata: o que pode ser?

Lamber a pata de vez em quando é um hábito normal e esperado dos cães. Porém, quando esse comportamento se torna diário ou até mesmo obsessivo por parte do animal é sinal de que algo não está certo. 

Confira hoje os principais motivos que podem levar à lambedura excessiva das patas pelos cachorros. 

Por que cães lambem as patas? 

Os cachorros podem lamber e morder as patas por diversos motivos, sendo que a maior parte deles está relacionada à limpeza ou retirada de corpos estranhos. 

Assim, se você saiu para caminhar com o seu cão e ele pisou em uma poça de água, por exemplo, ao chegar em casa, ele provavelmente irá lamber a pata para se livrar do excesso de água ou odores.

Ou ainda se durante a caminhada o seu cachorro pisar em um objeto e ele ficar preso entre suas almofadinhas, ele também irá lambê-la – e mordê-la – para se livrar do corpo estranho entre seus dedos. 

Situações como essas são mais do que naturais no dia a dia de um cão. Porém, esse comportamento pode se tornar anormal à medida que o tutor começa a observar que a lambedura da pata pode estar ligada a doenças físicas ou até mesmo psicológicas. 

Lamber as patas em excesso: o que pode ser? 

Diversos fatores podem desencadear a lambedura excessiva da pata pelo cão, como: 

Alergias e problemas de pele

Fatores ambientais ou alimentares podem desencadear alergia nos cães. Quando saímos para passear com os nossos cães, por exemplo, estamos expostos a alguns dos alérgenos de ambiente mais comuns, como a grama, ácaros, pólen e poeiras. Eles podem causar irritação e coceira nas patas dos cães, levando ao excesso de lambidas pelo corpo. O quadro pode evoluir para lesões bacterianas ou fúngicas, então é fundamental ficar de olho. 

Parasitas

Pulgas e carrapatos são responsáveis por problemas que causam irritação à pele do cão, já que podem desencadear respostas alérgicas como coceira extrema, pele avermelhada e inflamação. Assim, o cão tende a arranhar e morder as partes afetadas, deixando a pele mais sensível e propensa a complicações. 

Machucados ou queimaduras

Durante suas voltinhas pela casa ou pela rua, o cachorro pode acabar pisando no asfalto muito quente ou até mesmo em algum caco de vidro, farpas de madeira ou pedras que ficam presos entre as almofadinhas do animal. Assim, o cão tende a lamber excessivamente as patas para tentar se livrar do corpo estranho e/ou aliviar a dor. 

Tédio, ansiedade ou estresse

Problemas psicológicos também podem ser a raiz do comportamento obsessivo de lamber as patas. A ansiedade nos cães se manifesta geralmente quando ele passa muito tempo ocioso, sem estímulos físicos ou mentais. Já o estresse pode ser causado por mudanças no ambiente, estímulos excessivos (de sons, por exemplo) ou a chegada de um novo membro na família. Assim, ambas as condições psicológicas podem fazer com que o cão lamba ou morda suas patas com frequência, que, por sua vez, ficarão mais sensíveis e expostas a infecções. 

O que fazer depois de identificar que o cão está lambendo as patas em excesso? 

Se você identificou que o seu cãozinho está apresentando esse comportamento incomum, é fundamental levá-lo ao veterinário para um diagnóstico preciso de seu quadro. E para garantir diversas consultas por ano, é só fazer parte da Família Dr Pet

você pode gostar também
Tags: , , , , ,

Mais postagens semelhantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu