Você sabe cuidar da pele do seu gato?

Semana passada, falamos sobre a primeira raça sem pelo: o Sphynx. Por ter essa condição especial, tem muitos problemas relativos à pele, como oleosidade, perda de calor e queimaduras. Isso nos faz refletir sobre as doenças dermatológicas e como podem ser tratadas! Vamos conhecer algumas delas?

Perda de calor

Os pelos servem para equilibrar a temperatura corporal. Quando o felino não tem, não consegue se manter estável. Para isso, o uso de roupas e cobertores ajudam para que ele consiga uma maior estabilidade corporal. Existem rações com um valor energético maior que podem ajudar, pois o calor também está associado à energia: quanto mais energia gastar, mais calor corporal é liberado e, consequentemente, mais frio ao retornar à temperatura normal.

Oleosidade?

Exatamente! Quando o felino não tem pelo, a pele acumula oleosidade (o que não é visível em outras raças). Portanto, toda semana deve-se tirar esse excesso com lenço umedecido e os banhos devem ser administrados mensalmente.

Queimaduras Solares

As queimaduras solares acontecem quando o felino fica muito tempo exposto ao sol. Portanto, para que isso não ocorra, vá ao médico veterinário para ver qual protetor solar é indicado ao seu felino! Claro, deve sempre prestar atenção nos horários em que ele costuma tomar banho de sol e regular: O ideal é o das 10 da manhã ao meio dia e depois das 16 hs.

Dermatite

Conhecido como dermatite atópica, é uma doença de pele genética e não tem cura. É uma alergia aos antígenos do próprio ambiente, fazendo com que essa irritabilidade não passe. Pode ser diagnosticada pelos exames de histopatologia e raspado de pele.

Existe a dermatite de contato irritativa: é um efeito de exposição a algum produto. Não é alérgico, pois acontece uma vez, geralmente na primeira exposição. Já a dermatite de contato alérgica é quando o pet desenvolve uma alergia a algum produto. Como é constante, não pode ser diagnosticada como “de contato”.

O tratamento consiste em medicamentos, mas é necessário saber que esse procedimento além de amenizar os sintomas, em longo prazo pode diminuir o tempo de vida do animal.

Lembre-se de que prevenir é o melhor remédio!

Referências: http://meusanimais.com.br/contamos-quais-sao-as-doencas-de-pele-nos-gatos/

https://dicaspeludas.blogspot.com.br/2014/02/14-problemas-de-pele-do-gato.html

http://blog.areiadegato.com.br/fique-por-dentro-dos-principais-problemas-de-pele-em-gatos/

http://www.cachorrogato.com.br/racas-gatos/sphynx/

https://fofuxo.com.br/racas/gatos/sphynx.html

http://www.portalpets.com.br/gatos/sphynx/

http://osgatos.com.br/gatos/sphynx/

http://www.cachorrogato.com.br/racas-gatos/don-sphynx/

Simule aqui um Plano de Saúde para seu Pet!


banner cta

Deixe um comentário