Saiba como identificar problemas na coluna do seu gatinho

Quais são os sintomas?

Raramente um gato irá mancar de dor como os cães fazem, os sintomas podem aparecer, por exemplo, após um trauma. Como a doença costuma piorar com o passar o tempo, é mais frequente que os animais idosos sofram mais com as consequências, o que também pode prejudicar a percepção do tutor, pois ele acredita que seja normal o gato ficar mais tempo parado ou deixar de subir em móveis por estar velho.

Tratamento da coluna

O tratamento que os veterinários recomendam é o repouso por duas ou mais semanas, assim que o problema for identificado, ao mesmo tempo, é recomendado a administração de anti-inflamatórios, analgésicos e, em alguns casos, fisioterapia.

Manter o gatinho em repouso melhora bastante o quadro de dor, mas os tutores podem ter dificuldades em mantê-lo preso, nesses casos, é orientado que o animal fique em apenas um cômodo da casa, sem ser estimulado a brincadeiras bruscas ou corridas. Contudo, esse processo é apenas uma fase do tratamento, futuramente, o bichano com a displasia pode ter uma vida normal.

Dicas para evitar os problemas na coluna

Durante os passeios, faça o uso da coleira peitoral; não deixe o animal pular de grandes alturas; não estimule que brinque “em duas patas”; ao transportar em veículos faça uso do cinto de segurança ou da caixa de transporte; cuidados com escadas ou caso o animal já esteja com problema, evite-as; o uso de medicamentos deverá ser feito sob prescrição rigorosa e orientação do médico veterinário; utilize uma rampa para os animais que dormem no sofá para que eles possam subir e descer evitando impactos.

Lembre-se, prevenir é o melhor sempre!


Quer saber mais sobre o mundo pet?

Assine a nossa newsletter.

    captcha


    Referência: http://portalmedicinafelina.com.br/corridas-e-pulos-dolorosos/

     

    banner cta

    2 Responses to “Saiba como identificar problemas na coluna do seu gatinho

    Deixe um comentário