Por dentro das vacinas V8 e V10

Ao adquirir um novo cãozinho é necessário que o tutor pense na vacinação, pois previne tanto doenças simples como complexas e fatais.

A partir dos 45 dias, o animal pode ser imunizado pela primeira vez. Nas primeiras doses das vacinas V8 e V10, são dadas em 3 “parcelas”, chamadas de reforço. Já a da gripe canina e raiva não é necessário o reforço, apenas manutenções anuais. É importante não esquecer nenhuma das vacinas, pois podem perder a eficácia e seu pet pode contrair alguma doença em que estava imunizado antes.

Na matéria de hoje, a Dr. Pet irá explicar as vacinas de V8 e V10. São vacinas que devem ser tomadas em torno de 60 dias de vida do animal, com intervalo de 25 dias entre uma dose e outra.

V8 e V10

A diferença entre uma e outra é simples. Existem 4 tipos de Leptospirose, para cada tipo existe um antígeno específico. Ambas protegem o pet contra 7 doenças, mas a V8 protege contra a Leptospira Canicola e a Leptospira Icterohahemorrhagiae, enquanto a V10 inclui os antígenos para Leptospira Grippotyphosa e Leptospira Pomona. Abaixo, algumas doenças que as vacinas previnem:

Cinomose: Afeta os filhotes até um ano de vida. É sistêmica, ou seja, pode atingir vários órgãos. A doença é viral e pode ser passada de um animal para outro não imunizado. Os sintomas são: perda de apetite, corrimento ocular e nasal, diarreia, vômito, convulsões e pode ir a óbito.

Hepatite infecciosa canina: É transmitida para o cão por meio de secreções, excrementos e sangue infectado pelo adenovírus. Os sintomas são febre, dor abdominal, vômitos, ataques convulsivos, depressão e coma.

Adenovirose: Afeta o sistema respiratório, dando abertura para a entrada de outras doenças mais graves.

Coronavirose: É encontrado nas fezes nos animais infectados. Os sintomas são crises de vômito e diarreia, febre, fezes com sangue, depressão, perda de apetite e desidratação. Pode levar o animal a óbito.

Parainfluenza canina: É transmitida pelo contato direto com um animal infectado e outro sadio. Os sintomas são tosses graves, secreções, febre e coriza, além de debilitar o corpo do animal.

Parvovirose: Uma das doenças mais letais em filhotes. É transmitida pelo contado de fezes de um animal infectado com um sadio. Pode ocorrer morte súbita em filhotes aparentemente saudáveis.

Leptospirose canina: É uma zoonose, ou seja, transmitida de pet para tutor. O contágio é pela urina de ratos e os sintomas são desânimo, vômitos e hemorragias. Pode evoluir para casos crônicos e levar o animal a óbito.

Todas as doenças são graves e podem atingir o cãozinho antes de 1 ano de idade. Existe a probabilidade de seu pet pegar a doença posteriormente se não for vacinado. Vacinar é melhoria e extensão da qualidade de vida.

 Lembre-se que a prevenção é o melhor caminho!

Simule aqui um Plano de Saúde para seu Pet!

Referências:
<http://www.canilmonamourmegan.com.br/2009/08/vacinas-v8-v10-diferencas.html>
<http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/vacinacao-caes/>
<http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/cinomose/>
<https://animaisrespeito.wordpress.com/2013/05/31/qual-a-melhor-vacina-v8-ou-v10/>