fbpx
Nenhum comentário

Gato miando muito: descubra o que pode ser!

Todo animal desenvolve maneiras de se comunicar. O ser humano, por exemplo, utiliza a linguagem verbal e não verbal para conversar uns com os outros. E com os gatos, isso não é diferente! 

Além de sua postura e movimentos corporais, eles utilizam a fala (isso, os miados!) para expressar algumas vontades ou incômodos, deixando bem claro o que eles querem dizer. 

Começando do básico… Por que os gatos miam?

Existem inúmeras razões que fazem com que um gato mie. Quando filhotes, os gatinhos instintivamente miam para pedir a atenção e os cuidados de suas mães. À medida que vão crescendo, eles param de miar para outros gatos e utilizam outras formas de comunicação, como o cheiro, a expressão facial, marcação de território,  e linguagem corporal. 

Então, por que alguns gatos adultos miam? A vocalização nesta fase da vida acontece quase exclusivamente por conta dos humanos. Pesquisadores observaram ao longo de diversos estudos que os bichanos se adaptaram para se expressarem de uma forma mais clara com os seus “novos cuidadores”, ou seja, o homem. Eles ainda descobriram que os miados dos gatos evoluíram para se tornarem mais agradáveis aos ouvidos humanos, se tornando menos ameaçadores e mais agudos, dando a impressão de gatinhos mais dóceis e não selvagens. 

Gato miando muito: o que pode ser? 

Quem tem um gato em casa conhece muito bem o seu comportamento. Assim, sabe dizer quando os miados do bichano estão acontecendo com mais frequência do que o normal. 

Se isso está acontecendo com o seu gatinho, é fundamental observar os momentos em que ele está apresentando esse comportamento para poder mapear os possíveis motivos que o estão levando a miar em excesso. 

Ou seja, se o seu gato mia sem parar quando o pote de ração está vazio, ele provavelmente está tentando te dizer que ele está com fome e quer comer. Mas se isso acontece sem muitos padrões, fica um pouco mais difícil entender o porquê dos miados. 

Por isso, vamos listar algumas razões mais comuns que podem estar relacionadas com a vocalização excessiva do seu bichano! 

Cio ou comportamento sexual

Gatas no cio e gatos que estão nos arredores delas em seu período fértil tendem a ter maior vocalização. Além das fêmeas apresentarem miados altos e estridentes, elas demonstram outras mudanças em seu comportamento, como: ficam mais dengosas e carentes, expõem sua genitália com mais frequência (se esfregando no chão ou empinando a parte traseira), urinam mais e a urina possui odor mais forte.

O cio de uma gata dura em média de 5 a 20 dias dependendo dos estímulos ambientais, como a presença de um macho no ambiente. Assim, se a sua gatinha está miando muito por conta desse motivo, fique tranquilo que logo vai passar! Mas não se esqueça de agendar uma consulta no veterinário logo após esse período para agendar a sua castração! Castrar é um ato de amor 🧡. 

Fome ou sede

Muitas vezes o motivo pelo qual o gato está miando demais está bem debaixo dos nossos narizes… Literalmente! Um bichano com fome expressa a sua insatisfação por meio de miados para o tutor responsável pela sua alimentação e hidratação diárias. 

Além disso, nem só a falta de comida ou de água por levá-los a miar, mas também uma vasilha que está suja ou com ração ou água que estão lá há muito tempo, já que os gatos tendem a ser bem exigentes com o que ingerem. 

Para evitar esse problema, higienize o pote de ração diariamente e sirva pequenas quantidades de comida diversas vezes ao dia para estar sempre fresquinha quando o seu bichano for comê-la. No caso da água, que tal investir em fontes automáticas para que ele sempre tenha água corrente, limpa e fresca para beber? 

Dor

Por serem pets mais tranquilos e discretos, certos sintomas de doenças em gatos passam batidos por seus tutores que estão acostumados com um estilo de vida mais lento do bichano. Mas quando gatos estão sofrendo de alguma dor específica – seja por trauma ou doença -, eles podem apresentar a vocalização alta, repetitiva e demorada, deixando bem claro que algo não está certo. 

Além disso, os miados geralmente vêm acompanhados de outros comportamentos anormais como o corpo arqueado e o ato de pressionar a cabeça contra algum móvel.

Se esse é o caso do seu bichano, não hesite em levá-lo ao veterinário para investigar a causa de sua dor. 

Para entrar ou sair 

Esse comportamento é muito comum e os tutores estão acostumados a identificar quando o gato está pedindo para que abram uma porta para eles circularem. De maneira geral, os bichanos não gostam de estar confinados em nenhum ambiente, assim, manter uma área de circulação livre dentro de casa deve evitar que o seu gatinho fique te chamando para abrir ou fechar uma passagem. 

Lembre-se, porém, que em nenhum caso é recomendado permitir o acesso do gato à rua, já que esse comportamento pode levar ao contágio e desenvolvimento de doenças seríssimas nos felinos. 

Medo, estresse ou alerta

Gatos estressados, com medo ou em estado de alerta podem vocalizar mais do que aqueles que estão se sentindo confortáveis em seu ambiente. Quando o tiramos de sua zona de conforto – ao serem levados ao veterinário ou durante a adaptação a um novo lar, por exemplo – os felinos podem miar continuamente para demonstrarem o seu desconforto ou, no caso de miados de alerta, para expressar que ele está atento a qualquer movimentação estranha. 

Para sossegar o gatinho em uma dessas situações, busque eliminar o máximo de fatores que podem deixá-lo desconfortável, como a exposição excessiva a pessoas diferentes. 

Idade 

O miado alto e aleatório em gatinhos seniors não é incomum. Não se sabe ao certo o porquê dessa tendência, porém muitos apontam que pode ser um sinal de demência ou até mesmo uma tentativa de se localizarem no ambiente através do chamado à outros gatos e seus tutores.

De qualquer modo, é fundamental prestar atenção nos demais sinais que o gato pode estar apresentando, já que eles podem ser indicativos do desenvolvimento de uma doença no bichano mais velho. 

Busca por atenção 

E por fim, como eles também são humanos, quer dizer, gatinhos, amam receber atenção! 

Assim, os miados constantes para o seu tutor favorito podem ser um sinal de que querem mais tempo juntos brincando, relaxando ou recebendo carinhos. A solução para essa aqui é fácil, né? Dedique mais tempo e atenção para o seu gatinho! 

O que fazer para ajudar o meu gato que está miando muito? 

A regra de ouro é simples: descarte primeiro qualquer causa física antes de considerar uma mudança comportamental. Ou seja, leve o seu gatinho ao veterinário para realizar um check-up e garantir que ele está fisicamente bem. 

Para isso, você sabe que pode contar com a Doutor Pet, né? Garanta exames, consultas e vacinas para o seu melhor amigo sem precisar se preocupar com a conta no fim da consulta!

banner cta
você pode gostar também
Tags: , , , , , , , ,

Mais postagens semelhantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu