Principais dúvidas sobre o Covid-19 e os pets

 

baby-3858285_1920

Em face desse surto, o Comitê Científico (SC) e o Comitê de Saúde Única (OHC) da Associação Mundial de Veterinários de Pequenos Animais (WSAVA) prepararam, em colaboração com interessados em Saúde Pública em todo o mundo, lista de perguntas mais frequentes. Também observou que por equívoco, em alguns países esta havendo abandono de animais. Esperamos que essas informações sejam úteis para todos os Tutores de pet.

A COVID-19 pode acometer animais de companhia?
Não há evidências de que animais de companhia (cães e gatos), possam ser infectados pelo SARS-Cov-2 ou transmitir a COVID-19, até o momento.
Uma vez contaminado, devo evitar o contato com animais de companhia ou outros animais?
O CDC recomenda o seguinte: “Você deve restringir o contato com animais de companhia e outros animais, somente enquanto estiver doente com a COVID-19, assim como faria com outras pessoas. Embora não tenha havido relatos de animais de companhia ou outros animais adoecendo com a COVID-19, ainda é recomendável que pessoas doentes com a COVID-19 limitem o contato com animais, até que mais informações sejam conhecidas sobre o vírus. Quando possível, peça a outro membro da sua família que cuide dos seu pet enquanto estiver doente. Via de regra, evite contato com seu animal de companhia, incluindo acariciar, aconchegar, ser beijado ou lambido e compartilhar alimentos. Caso você precise cuidar do seu pet ou ficar perto de animais enquanto estiver doente, lave as mãos antes e depois de interagir com eeles, e use uma máscara facial.

Se meu animal de companhia esteve em contato com alguém doente com COVID-19, ele pode transmitir a doença para outras pessoas?
Não há evidências de que animais de companhia possam ser infectados e/ou transmitir o SARS-Cov-2 para humanos. Esta é uma situação em rápida evolução e informações complementares serão atualizadas à medida que estiverem disponíveis.
O que devo fazer se meu pet desenvolver uma doença sem causa determinada e estiver em contato com uma pessoa com a COVID-19 ?
Não há indícios que os animais de companhia possam ser infectados pelo SARS-Cov-2 ou ficar doentes com a COVID-19. Se o seu pet desenvolver uma doença sem causa definida e foi exposto a uma pessoa com a COVID-19, procure um veterinário de sua confiança e explique que o pet foi exposto a uma pessoa com a COVID-19. Assim à clínica poderá preparar uma área apropriada para consulta e exames.
Animais de companhia que entraram em contato com pessoas infectadas com o vírus, ele será contaminado?
Embora a COVID-19 pareça ter surgido em uma fonte animal (animal silvestre), até o momento a contaminação é entre pessoas. É importante ressaltar que não há evidências de que animais de companhia, incluindo cães e gatos, possam ficar doentes com a COVID-19.
O que deve ser feito com os animais de estimação nas regiões em que o vírus está ativo?
Mesmo não havendo evidências de que animais de companhia possam ser infectados com o Novo Coronavírus, recomendamos sempre lavar as mãos antes e depois de interagir com os pets. Se você está doente com a COVID-19, evite o contato com eles, incluindo acariciar, aconchegar, ser beijado ou lambido e compartilhar alimentos. Se você precisar cuidar ou ficar perto de animais enquanto estiver doente, como precaução lave as mãos antes e depois de interagir e use máscara facial.

banner cta

Deixe um comentário