Cuidados com a Gripe Canina durante o inverno

Com a chegada do inverno e do tempo seco, nossos pets ficam mais sensíveis a certos tipos de doenças, principalmente as respiratórias, entre elas a Gripe Canina. Entenda o que é essa gripe, quais são os sintomas e como ela precisa ser tratada.

 

Como a gripe canina é transmitida?

 

Entre as possíveis causas de transmissão da gripe canina (traqueobronquite infecciosa) estão: convívio com animal infectado; contato em espaços fechados (parques, áreas de recreação) com pet que tenha o vírus; contato com objetos do cão doente, como brinquedos e vasilhas; Lembrem-se que apesar de contagiosa entre os pets, essa doença é transmitida para humanos.

 

Quais são os sintomas?

 

Os sintomas mais comuns são bem parecidos com a gripe que afeta os humanos, então fique atento:

 

  • Tosse contínua;
  • Corrimento nasal;
  • Olhos lacrimejantes;
  • Espirros;
  • Febre;
  • Letargia (pet sonolento, abatido ou indiferente);
  • Falta de apetite.

 

Como funciona a vacina?

 

A vacina é injetável e deve ter sua primeira dose dada a partir dos 80 dias de vida do filhote. Já a segunda dose é feita de 21 a 30 dias depois. Após isso, o reforço é feito uma vez ao ano.

 

Ela não garante uma eficácia de 100%, porém o animal vacinado que pega a doença apresenta sintomas mais fracos. Também é muito importante fornecer uma boa alimentação e dar bastante água ao pet, pois isso ajuda a manter uma boa imunidade.

 

E se meu pet já está com gripe?

 

Serão administrados medicamentos que auxiliam o fortalecimento do organismo do pet. Em geral, o tratamento é rápido e a doença pode ir embora rapidamente. Caso a doença tenha avançado bastante, medicamentos específicos, como antibióticos serão receitados.

 

 

Deixe um comentário