Cuidado com as bolas de pelo!

 

As famosas bolas de pelos são comuns na vida dos felinos, causados devido à ingestão de pelo durante a limpeza frequente, eles podem passar até duas horas por dia se lambendo. Mesmo sendo algo habitual, os tutores precisam estar atentos e saber identificar as bolas de pelo para não serem confundidas com vômitos.

Perigos das bolas de pelos

Em alguns casos mais graves, as bolas de pelo podem oferecer dificuldades para serem eliminadas, o que resulta em obstrução intestinal, impedimento do trânsito normal das fezes entre outras complicações.

Esses problemas podem ser diagnosticados através de radiografia e ultrassonografia, é possível analisar se a bola de pelo está obstruindo a saída do estômago para o intestino ou apenas o intestino, se o fluxo de sangue no local está comprometido e se existe algum tipo de inflamação na parede intestinal. Dependendo da situação e do local afligido é possível retirar a bola de pelo por endoscopia, mas em alguns casos a cirurgia é necessária.

>> Veja também: Vermifugação dos felinos

Outra situação em que os tutores devem se preocupar é a bola de pelo parar na garganta do felino, impedindo a passagem de ar. Em alguns casos o gato irá tentar expelir a bola de pelo, mas sairão apenas secreções gástricas, como uma espuma ou algo líquido da cor do alimento que foi ingerido, depois disso ele acaba conseguindo regurgitar a bola de pelo.

Se isso não ocorrer, é necessário observar com que frequência acontece e se o felino apresente um ou mais sintomas como falta de apetite, prostração, diarreia, perde de peso, dificuldade de evacuar, entre outros.

Foto retirada no Unsplash

Como prevenir?

Algumas medidas podem ajudar e ser necessárias para diminuir o hábito de se lamber e a regurgitação de bolas de pelo, como remover o excesso de pelos mortos através de escovações diárias, tosas frequentes e prevenção contra pulgas, que além de combater doenças, evita que o gato fique se lambendo.

>>Veja também: Vantagens de escolher um cão adulto

Atualmente no mercado pet já existem diversos produtos capazes de auxiliar o felino em relação a problemas com bolas de pelo. Algumas pastas específicas para prevenção e lubrificação para facilitar o trânsito normal de pelos junto às fezes, graminhas e fibras solúveis e insolúveis, que auxiliam no movimento intestinal. Até mesmo medicamentos e rações que ajudam na contração do estomago e do intestino para empurrar a bola de pelo e evitar que o gato tenha alguma obstrução.

 

Simule aqui um Plano de Saúde para seu Pet!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Referência: Revista Pulo do Gato, ed. 124, pág. 28.

banner cta

Deixe um comentário