Cuidado com as bolas de pelo!

Bolas de pelo são comuns na vida dos felinos, causados devido à ingestão de pelo durante a limpeza frequente, eles podem passar até duas horas por dia se lambendo. Mesmo sendo algo habitual, os tutores precisam estar atentos e saber identificar as bolas de pelo para não serem confundidas com vômitos.

Se o gatinho está regurgitando as bolas de pelo junto com um pouco de liquido, é normal, mas se houver algo a mais, como pedaços de alimento, sangue ou algum objeto estranho, é necessário investigar para saber o motivo dessa mudança.

Perigos das bolas de pelo

Em alguns casos mais graves, as bolas de pelo podem oferecer dificuldades para serem eliminadas, o que resulta em obstrução intestinal, impedimento do trânsito normal das fezes entre outras complicações.

Esses problemas podem ser diagnosticados através de radiografia e ultrassonografia, é possível analisar se a bola de pelo está obstruindo a saída do estômago para o intestino ou apenas o intestino, se o fluxo de sangue no local está comprometido e se existe algum tipo de inflamação na parede intestinal. Dependendo da situação e do local afligido é possível retirar a bola de pelo por endoscopia, mas em alguns casos a cirurgia é necessária.

Outra situação em que os tutores devem se preocupar é a bola de pelo parar na garganta do felino, impedindo a passagem de ar. Em alguns casos o gato irá tentar expelir a bola de pelo, mas sairão apenas secreções gástricas, como uma espuma ou algo líquido da cor do alimento que foi ingerido, depois disso ele acaba conseguindo regurgitar a bola de pelo. Se isso não ocorrer, é necessário observar com que frequência acontece e se o felino apresente um ou mais sintomas como falta de apetite, prostração, diarreia, perde de peso, dificuldade de evacuar, entre outros.

Como prevenir?

Algumas medidas podem ajudar e ser necessárias para diminuir o hábito de se lamber e a regurgitação de bolas de pelo, como remover o excesso de pelos mortos através de escovações diárias, tosas frequentes e prevenção contra pulgas, que além de combater doenças, evita que o gato fique se lambendo.

Atualmente no mercado pet já existem diversos produtos capazes de auxiliar o felino em relação a problemas com bolas de pelo. Algumas pastas específicas para prevenção e lubrificação para facilitar o trânsito normal de pelos junto às fezes, graminhas e fibras solúveis e insolúveis, que auxiliam no movimento intestinal. Até mesmo medicamentos e rações que ajudam na contração do estomago e do intestino pra empurrar a bola de pelo e evitar que o gato tenha alguma obstrução.

Referência: Revista Pulo do Gato, ed. 124, pág. 28

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: