Maltês – Os problemas de saúde desse pequenino

O Maltês é uma das raças mais antigas do mundo.  Seguindo a linha do nome, esse pet foi criado na ilha de Malta e só a partir do século catorze foi levado para Londres, onde virou o queridinho da alta sociedade. Seu porte é pequeno e a feição sempre infantilizada, muitas vezes sendo confundidos filhotes com adultos, chama muita atenção. A única cor aceita pela federação é a branca e tem tolerância ao frio! Essa raça tem probabilidade de desenvolver problemas articulares, hepáticos, oftalmológicos e cardíacos, que explicaremos a seguir:

Articulares

A patela é um osso no joelho responsável pela sustentação e movimentação dos membros inferiores. A luxação de patela ocorre quando há uma inflamação, desencadeando num deslocamento. Se ocorrer diversas vezes, o joelho pode sofrer de artrose.

Para diagnosticar é necessário fazer uma radiografia e a correção é feita por cirurgia.

Oftalmológicos

Um problema constante dessa raça é o reviramento da pálpebra. Quando acontece em direção a parte interna do olho é chamado de entrópio, já para fora, ectrópio. O tratamento é cirúrgico.

Cardíacos

A doença que mais acomete o Maltês e 90% dos cães de pequeno porte se chama Degeneração de Mitrial. Essa doença tem como sintomas o cansaço fácil, desmaios, tosse e muita dificuldade respiratória, por conta da água que entra nos pulmões.

É diagnosticada pelos exames de ecocardiograma, eletrocardiograma e raio-x. Por ser uma doença sem cura, o acompanhamento de um cardiologista e o uso de medicamentos para amenizar os sintomas e controlar o avanço da doença é essencial.

Hepática

O Shunt portosistêmico é uma anomalia hepática comum em cães. Consiste em uma ligação anormal entre a circulação portal e a sistêmica, fazendo com que haja um desvio de sangue para diversas partes do corpo, deixando de passar pelo fígado. Ou seja, substâncias tóxicas são jogadas na corrente sanguínea. O diagnóstico é feito mediante ultrassom, exames laboratoriais e tomografia. O tratamento é cirúrgico.

Não esqueça que prevenir é o melhor, sempre!

Referências:
http://tudosobrecachorros.com.br/2012/09/maltes.html http://www.adimaxpet.com.br/noticias/racas/maltes-a-fofura-em-forma-de-cachorro

Click to access 952885b652758324c20fe26933a5a7be.pdf


 

banner cta

Deixe um comentário