Conheça as doenças neurológicas dos felinos!

Quando falamos em doenças, sabemos que muitas sequelas estão ligadas à neurologia, como a paralisia de um membro ou andar cambaleando, por exemplo. O gato Exótico é um felino que possui predisposição à doenças neurológicas. Hoje, explicaremos algumas delas e como tratá-las.

Médico neurologista para gatos?

O sistema nervoso central de um felino é muito parecido com o de um humano. Possui inúmeras conexões, fibras motoras, sensitivas e tudo está ligado com a coluna vertebral. O médico veterinário especialista em neurologia entende de todas as conexões e que, através de exames, pode diagnosticar, tratar ou minimizar o problema.  Os exames são complexos, mas são necessárias para um bom diagnóstico!

Ressonância Magnética – Permite com que o médico visualize todas as estruturas internas do pet,  mudanças químicas e físicas dos tecidos e como se comportam ao serem expostas por uma ressonância envolvendo um campo magnético.

Eletroneuromiografia – Existem algumas ações que são controladas como mexer um braço, andar e pegar algum objeto do chão. Já outras são ações involuntárias como respirar, o processo da digestão e os batimentos cardíacos, elas são comandadas pelo sistema nervoso central. Esse exame é usado para detectar distúrbios no sistema nervoso periférico, ou seja, nos nervos que envolvem nossas ações voluntárias, como os nervos dos braços, pernas e entre outros.

Mielografia – Quando algum pet está com suspeita de alguma lesão ou compressão na medula espinhal é necessária a realização deste exame que consiste em uma injeção de contraste na medula e, através de um raio-x, é possível observar se existe algo de errado ou não.

Existem outros exames de análise do líquido da cabeça, outros tipos de ressonância e métodos de diagnósticos que podem ser usados conforme a gravidade do pet ao chegar na clínica ou hospital veterinário.

E quais são as principais doenças?

Epilepsia – São crises de convulsões contínuas. É classificada em primária quando não há uma causa aparente, geralmente são hereditárias, e secundária quando aparece como sequela de algum trauma ou doença como meningite, tumores e parasitas. Não há uma cura, mas ao admistrar medicamentos é possível controlar!

Traumas na medula espinhal – Ao sofrer uma queda, atropelamento ou algum acidente que prejudique o felino, pode ocorrer a paralisia temporário ou permanentemente. Os traumas podem acontecer com gatos de qualquer idade e raça. A velocidade do diagnóstico e do tratamento é o que acaba determinando a gravidade da sequela que pode permanecer no animal ou não.

Se o acidente for muito grave, pode ocorrer o trauma crânio-encefálico, onde as conexões do cérebro também são prejudicadas. Os sintomas nesse caso são diversos, que podem sumir ou permanecer. Algum desses são: confusão mental, coma, falta total de reação aos estímulos, cegueira e alterações ao andar.

Intoxicação – Os gatos são mais sensíveis do que os humanos e cães. Existem remédios de uso veterinário que são proibidos para gatos e até mesmo o cheiro de um pesticida ou medicamentos humanos pode levar seu pet a uma intoxicação. Infelizmente, a maioria dos casos é com “chumbinho”, medicamento usado contra ratos. O tratamento imediato é necessário para o pet não falecer.

Existem sintomas?

Independente de qual for, existem sintomas que classificam o grupo de “doenças neurológicas”. São divididas em duas!

neurológica

Os tratamentos podem ser o uso da fisioterapia, acupuntura, homeopatia e cirurgias de coluna!

Fique de olho nos sintomas e não esqueça de que prevenir é o melhor, sempre!

Simule aqui um Plano de Saúde para seu Pet!

Referências:
<http://www.ciaveterinaria.com.br/neurologista-veterinario-sp-zona-sul.php>
<http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/neurologista-veterinario/>
<http://www.sobiologia.com.br/conteudos/FisiologiaAnimal/nervoso11.php>
<http://radiologia.blog.br/diagnostico-por-imagem/mielografia-saiba-mais-sobre-o-exame>
<http://www.tecnologiaradiologica.com/rxcontrastado_mielografia.htm>
<https://www.peritoanimal.com.br/epilepsia-em-gatos-sintomas-tratamento-e-cuidados-21287.html>
<https://www.estimacao.com.br/epilepsia-em-caes-gatos-o-que-fazer/>
<http://animais.culturamix.com/doencas/epilepsia-em-caes-e-gatos>
<http://www.pubvet.com.br/uploads/f3a77c626eff8044c3e4b534c68e3bba.pdf>
<http://petcare.com.br/blog/quais-as-lesoes-sao-mais-comuns-nas-quedas/>