Conheça a doença ortopédica mais perigosa Canina de grande porte!

Segunda-feira falamos sobre o Golden Retriever e o Labrador. Os dois são muito parecidos e podem desenvolver os mesmos tipos de doenças. A mais perigosa entre eles e todas as raças de porte grande como São Bernardo, Pastor Alemão, Rottweiler e Fila é a displasia coxofemoral, que iremos explicar a seguir.

O que é a Displasia Coxofemoral?

É uma alteração da conexão entre a cabeça do fêmur e o osso que liga o fêmur ao quadril, chamado acetábulo.  Essa alteração é a desunião dos ossos, onde causa muita dor, dificuldade ao andar, instabilidade e pode chegar a atrofiar o músculo, tornando o pet paralítico.

artrosedoquadril1

Por ser uma doença recessiva, o pai e a mãe devem ter o gene para se manifestar no filho, mas não necessariamente ter se manifestado na mãe ou no pai. A imagem acima mostra como seria a ligação normal entre o fêmur e a pelve.

Nutrição, genética, ambiente em que o pet vive, velocidade de crescimento e obesidade são alguns fatores que agravam a desunião desses ossos. É importante estar atento aos sinais clínicos que geralmente aparecem entre 4 e 7 meses, são eles:

  • Claudicação – É uma dor intensa nas patas, geralmente acontece pela falta de oxigenação. Essa dor o obriga a parar de andar por alguns minutos até que volte tudo ao normal.
  • Dorso arqueado.
  • Peso corporal deslocado aos membros inferiores.
  • Andar bamboleante.
  • Girar muito o quadril ao andar.

O diagnóstico pode ser determinado pelo exame de raio-x. Essa radiografia é realizada em uma posição específica, onde dê para ver o acetábulo e a cabeça do fêmur, como mostra a figura a seguir:

a04fig01

Pela imagem da radiografia é possível classificar os níveis da doença. Existem 5 que são diferenciados pelo grau de deslocamento:

  • HD- = sem displasia
  • HD+/- = articulação quase normal
  • HD+ = displasia leve
  • HD++ = displasia moderada
  • HD+++ = displasia severa

A seguir, veja o esquema dos graus da Displasia:

disp01

Tratamento

  • Fisioterapia – Ajuda a fortalecer a musculatura, aumentando a sustentação do quadril. Os exercícios mais pedidos são a caminhada na água e a caminhada na areia.
  • Alopatia – Medicamentos à base de vitaminas, aminoácidos e anti-inflamatórios para o controle da dor.
  • Cirúrgico – Por meio da cirurgia de Cefalectomia/Colocefalectomia, ou seja, a retirada da cabeça do fêmur para acabar com o atrito e a dor.

Lembre-se que o acompanhamento do médico veterinário é essencial!

Simule aqui um Plano de Saúde para seu Pet!


Referências:http://tudosobrecachorros.com.br/2012/03/paralisia-das-patas-traseiras-displasia.html/http://www.infoescola.com/medicina-veterinaria/displasia-coxofemoral-em-caes/      http://faef.revista.inf.br/imagens_arquivos/arquivos_destaquew06cWeAcFaNErX_2013-6-14-10-15-11.pdf/htttp://pt.wikihow.com/Reconhecer-Sinais-de-Displasia-Coxofemoral-em-C%C3%A3es/https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=1&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwjglIaftbLQAhWQqZAKHUr0CrkQFgg1MAA&url=http%3A%2F%2Fwww.provet.com.br%2Fdownload_especialidades.php%3Ffilename%3D10-Artigo_sobre_Displasia_Coxofemoral.pdf&usg=AFQjCNEDPRquF7JFUFeE5cExWTbCIDTQDg&bvm=bv.139250283,d.Y2I http://www.canilfauzibulls.com.br/wp-content/uploads/2014/02/Displasia-coxofemoral.pdf https://pt.wikipedia.org/wiki/Displasia_coxofemoral http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/displasia-coxo-femural/ http://www.saudeanimal.com.br/2003/pets/caes/doencas-caes/displasia-coxofemural-o-que-e-isso https://pt.wikipedia.org/wiki/Claudica%C3%A7%C3%A3o

banner cta

Deixe um comentário