Como saber se seu gatinho está sofrendo bullying felino?

O termo bullying ficou mais conhecido de um tempo para cá, não remete só a um ato que nós humanos sofremos. Se você tem mais de um felino em casa, saiba que entre eles existe uma hierarquia e o submisso pode estar sofrendo com o bullying felino.

O QUE É O BULLYING FELINO?

Quando adotamos outro bichinho, o gato já ‘dominante’ da casa fica numa posição onde é ele quem comanda todo o local. Acontece quando há dois bichanos juntos, um mais frágil e submisso e o outro sendo o dominador. Pode-se perceber que não há a participação do felino com a proposta de interação do gato dominante, que por sua vez não aceita um ‘não’ como resposta e passa a provocar o subordinado, o deixando estressado e amedrontado.

RELACIONAMENTO FELINO

Os gatos domésticos podem ser sociais, com limitações, tendo um relacionamento afetivo por qualquer outro felino que apareça, ou podem ser semissociais, escolhendo com quais outros animais irá se socializar, sendo altamente seletivo na escolha de novas amizades. Mesmo que não sejam tão agregados como os cães, muitas vezes a qualidade de um gato aumenta após a chegada de outro animal.

SELEÇÃO E EXCLUSÃO DO FELINO

Como nós, os gatos podem interagir bem com outro felino criando um laço muito forte de amizade, enquanto por outro lado simplesmente ‘o santo não bate’. Quando se tornam companheiros, os gatos podem brincar, caçar, lamber um ao outro, dormir juntos ou se esfregarem, como gesto de carinho, porém quando não se dão bem eles podem se agredir de modo ativo ou passivo.

AGRESSÃO PASSIVA OU ATIVA

As agressões ativas se manifestam com mordidas, arranhões, lutas, rosnados, os famosos assopros, exibição dos dentes, perseguições, botes, vocalização excessiva e fugas. Já as agressões passivas passam muitas vezes despercebidas por nós, caracterizada por olhar fixo ou andar com olhar fixado e uma elevação corporal, marcação urinária, distanciamento e, finalmente, o bullying.

COMO PODEMOS AJUDÁ-LOS?

A solução que podemos dar para esse problema seria o enriquecimento ambiental, tornar sua casa rica em diversão, lugares diferentes para os gatinhos explorarem. É necessário também criarmos um ambiente seguro para o felino. Em suma, devemos proporcionar algo de melhor para os nossos bichanos, para evitarmos a monotonia e o tédio. Nada que muito amor e uma boa e velha caixa de papelão com cobertor não resolvam.

Referência: Revista Pulo do Gato – Edição 107

Simule aqui um Plano de Saúde para seu Pet!


banner cta

Deixe um comentário