Alergia? Como conviver melhor com felinos

Você ama gatinhos, mas descobriu que tem alergia aos felinos? Quando estão por perto fica impossível conter os espirros e a irritação nos olhos, mas saiba formas de diminuir ou até evitar esses sintomas sem precisar ficar longe do pet.

Entendendo melhor a alergia

Muitos acreditam que é o pelo do gato que causa a alergia, mas na verdade não é bem isso. O que realmente desenvolve essa complicação é a proteína Fel d 1, produzida pelas glândulas salivares, sebáceas e perianais, que podem ser encontradas respectivamente na saliva, pele e região do ânus do felino. A produção dessa proteína é influenciada pela testosterona, sendo assim animais castrados apresentam um índice menor dessa substancia.

Por esse alérgeno apresentar um tamanho bem pequeno, não é possível vê-lo a olho nu e sua permanecia no ar é prolongada. Por conta disso, mesmo o gatinho não estando mais no ambiente, o alérgico pode sofrer com os sintomas. Sendo a irritação imediata, podendo se manifestar como uma rinite, asma e/ou conjuntivite alérgica.

Dicas de como manter uma convivência saudável

  • Chega de pelos: Muitos donos de gatos estão acostumados com rastros de pelos pela casa e roupas, alguns nem se incomodam, mas para os alérgicos a história é bem diferente. A primeira dica é manter a casa limpa e livre dos pelos, assim ajudando a amenizar os sinais de alergia.
  • Crianças: As crianças que convivem com os felinos desde os primeiros anos de vida ficam menos sujeitas a desenvolverem a alergia. Segundo hipóteses, haveria a produção de anticorpos, mas ainda mais de IgG4, um anticorpo criado pelo organismo para combater alergias.
  • Lugares separados: Caso seja possível, tente deixar um cômodo da casa bloqueado para o felino, com isso deixando um lugar da casa livre do alérgeno.
  • Limpos e escovados: Para este caso o banho no felino não serve apenas para higiene, mas para retirar o excesso de pelagem morta e diminuir os vestígios da proteína alérgica. Para isso, o ideal é que o pet tome banho duas vezes por semana, mas é importante que tenha um acompanhamento veterinário.

Simule aqui um Plano de Saúde para seu Pet!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Deixe um comentário